Sociedade civil pode facilitar entendimentos entre países, destaca representante Bahá´i

02/04/2009 at 1:35 pm Deixe um comentário

Trechos da fala do secretário de Ações com a Sociedade e o Governo da Comunidade Bahá´i no Brasil, Iradj Roberto Eghrari, em audiência pública na Câmara:

“A sociedade civil tem um papel fundamental para impulsionar essa agenda internacional. Pode apontar caminhos sem qualquer constrangimento. É um papel muito discreto, mas sinto que reconhecido pelos Estados. A sociedade civil pode, inclusive, facilitar entendimentos entre países e governos com posições antagônicas. Por isso, o parlamento precisa estar sensível ao que a sociedade civil fala, pensa e age. A Frente Parlamentar deve levar para as suas bases as discussões que acontecem aqui. Na audiência pública é onde podemos vocalizar nossas preocupações sobre esse processo.”

“Lamentavelmente, esse novo documento de revisão de Durban e o anterior também apresentam problemas. Parece fácil repetir o que foi dito em 2001. Difícil falar onde estão os ganhos porque eles não aconteceram. Função do Brasil nesse processo é exatamente de pautar a agenda internacional e mostrar o que fizemos. Temos muito a dizer do que esperamos da Seppir. A agenda precisa ser melhorada. Mas no cenário internacional, Estados tem muito a melhorar. Quando se fala da Seppir, os olhos da América Latina se voltam muito para o Brasil. É um marco que muda um paradigma sobre a forma como o Estado vê a população, mas não mudou a existência da discriminação no país.”

“Precisamos de mecanismos de avaliação. A tendência no novo processo é desqualificar comissões e comitês previstos em Durban. Não houve avanços nesses mecanismos, mas a inexistência deles é pior. Eles precisam estar assegurados na revisão, assim como os relatórios sobre melhores práticas. No Brasil, temos um relatório substancial, produzido por Eliane Cavalheiro, que deve ser apresentado. E no que diz respeito ao por vir, várias idéias maravilhosas aparecem, mas é necessário garantir e recuperar as diretrizes de ação de Durban.”

Anúncios

Entry filed under: Sem categoria. Tags: , , , , , .

Ministro espera debater construção de indicadores internacionais sobre desigualdade racial Políticas e ações precisam ser avaliadas, ressalta diretora da ONG Criola

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


No Twitter

Feeds

Visitas ao Blog

  • 19,424 visualizações

%d blogueiros gostam disto: